Mitos e Dicas

Cerveja ou vinho, qual traz mais benefícios para o coração?

Para alguns especialistas, cerveja é tão saudável quanto o vinho – sendo consumida sem exageros. Ou seja, até um copo (ou taça) por dia para as mulheres e dois para os homens. A diferença dos benefícios está no tipo de bebida: o vinho tinto é melhor do que o vinho branco. Já a cerveja artesanal é mais benéfica do que a tradicional.

Pesquisadores inseguros com o real benefício do vinho para a saúde, resolveram investigar os consumidores de vinho. Estudos realizados em 2006, descobriram que as pessoas que preferem vinho tendem a consumir mais frutas, vegetais e alimentos saudáveis em geral em comparação com aqueles que preferiam outros tipos de bebida alcoólica. Ou seja, talvez o vinho apenas acompanhasse hábitos mais saudáveis.

Após constatação que a alimentação poderia ser o peso na balança, muito mais do que o tipo de bebida consumido, pesquisadores decidiram analisar consumidores de cerveja cuja dieta era bem controlada. Os resultados mostraram que em quantidades moderadas a cerveja é tão benéfica para o coração quanto o vinho tinto. Conforme relato do cientista grego Demóstenes Panagiotakos, da Universidade Harokopio, na Grécia, à revista Time.: “O vinho tinto tem sido a bebida alcoólica mais estudada. No entanto, estudos epidemiológicos e ensaios clínicos recentes revelam relações semelhantes para a cerveja”, disse na época

Cerveja

Estudos anteriores já havia descoberto que o consumo de cerveja artesanal é melhor para reduzir a incidência de doenças cardíacas e diabetes em comparação com a cerveja tradicional e outros tipos de bebida alcoólica, incluindo o vinho tinto. A explicação para esse resultado está relacionado ao fato de que a versão artesanal não é pasteurizada nem filtrada e, portanto, contém maior quantidade de compostos vegetais, leveduras, bactérias, vitaminas e minerais com maior potencial benéfico para a saúde.

Vinho

Ouvimos sempre falar que tomar uma taça de vinho tinto por dia traz muitos benefícios ao coração. Estudos realizados na década de 80 constataram que franceses que mantinham uma dieta rica em gordura saturada e colesterol mantiveram taxas mais baixas que o esperado para pessoas com dietas gordurosas. Após avaliar a alimentação, chegou-se à conclusão que o vinho era o diferencial. Mas apenas em 1992, uma das primeiras pesquisas divulgada sobre o assunto, que foi de fato constatado cientificamente que o álcool poderia prevenir ou reduzir o bloqueio das artérias.

Em 2006, numa pesquisa mais aprofundada sobre os benefícios do vinho, cientistas descobriram uma possível causa: o resveratrol, um dos polifenóis mais importantes existentes nas uvas de vinhos tintos, com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. Por isso a crença de que o vinho tinto é mais saudável que o branco.

Com estas informações, podes agora optar ao que mais apetece a tua realidade e no momento mais propício. Desfruta sozinho ou acompanhado e aproveite a vida, pois sem vinho e cerveja, a vida não teria tanta graça assim, não é mesmo?!

Cheers!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *