A mostrar todos os 11 resultados

Menu

Lervig Saskatoon Cheesecake Stout

4.96
Uma homenagem ao cervejeiro do condado de Saskatchewan. David gosta dessas bagas saborosas de sua terra natal, então as colocamos em uma cerveja. Não é apenas uma cerveja, uma grande cerveja maluca e ainda por cima com um cheesecake doce e picante. Feito para aqueles que querem uma explosão de sabor em seu rosto com muito mais do que apenas uma cerveja comum pode oferecer. O chocolate pesado super decadente e flexível, com um leve assado, trará a criança interior para dentro de você.

A.M.O Chocolate Porter

3.27
Uma cerveja para beber agora ou guardar e envelhecer. Contém malte torrado e cacao em pó para um sabor elegante do chocolate preto. Cor de castanha escura, espuma bege, e corpo cheio. Excelente drinkability.

Mean Sardine Don Qui Porter

3.70
Híbrido entre cerveja e vinho, Colaboração internacional entre a portuguesa Mean Sardine e a Dádiva Brasileira, sua elaboração foi realizada em Toledo, no meio da campanha de vindima, com mosto coletado da vinícola Finca Loranque, localizada na renomada área vitícola de Méntrida, na província de Toledo. Seu estilo base é uma cerveja Porter que combina maltes Pale, Munique, Caramelo, Biscoito e Chocolate. O lúpulo Columbus é adicionado para marcar levemente sua amargura, dando todo o destaque à doçura derivada do cozimento dos maltes cevada e da uva Tempranillo.

Basqueland Coco Chango

3.80
Corpo feito com chocolate e infundido com coco torrado.

Abaladiça Medronhout

3.25
A primeira cerveja artesanal do concelho de Loulé dá novo significado à expressão "beber uma abaladiça". Típicamente, uma abaladiça é a cerveja que se bebe antes de abalar e, tipicamente, ninguém se fica por uma. Partindo deste princípio, na Abaladiça também não queremos ser só mais uma cervejeira, nem fazer só mais uma cerveja. “Queremos que da nossa fábrica em Loulé saiam cervejas inovadoras e de qualidade, que façam com que quem as beba não fique só por uma”, explica o Mestre Cervejeiro e proprietário Tiago Caldeira.

Rude 883 Oatmeal Stout

2.48
Robusta, de cor escura, com notas de café e chocolate preo. Estra Cerveja é provavelmente rude o suficiente para alimentar um motor 883. É uma Oatmeal Stout, ou seja, adicionamos aveia para que fique com um corpo mais aveludado e cremoso. Não a confundas com combustível, mas podes contar com esta cerveja para qualquer aventura.

Põhjala Must Kuld

4.20
Uma versão especial do porteiro Must Kuld, preparada com um café bourbon lavado de La Many, El Salvador. No Sabor encontramos amarguras cremosas de chocolate ao leite revestido em favo de mel e xarope dourado, com uma porção generosa de bagas vermelhas no lado, proporcionando uma leve acidez. Notas de malte doce de caramelo passam antes de um toque suave de torrado.  A aparência é oleosa-preta com uma breve cabeça semelhante a creme. O aroma de café e sobremesas suaves e finas são servidos em primeiro lugar - pães doces, bolos de chocolate e um expresso duplo ao lado.

Põhjala Szechuan Bänger

7.20
Imperial stout fabricado com pimenta szechuan, anis estrelado, gengibre fresco e chá pu'erh. No sabor sentimos com abundância o chocolate amargo, gengibre picante suave, seguido por notas de noz de cola e anis. Cogumelos secos, ricos em umami, com uma sensação de formigamento, chutam o resto do sabor antes de chiarem na língua.

Rima Black Bull

2.55
De cor escura, encorpada, a Black Bull apresenta sabores e aromas de malte tostado com um caráter de café e notas de chocolate. É uma cerveja que apresenta dulçor do malte e um amargor médio do lúpulo que se equilibram. A adição de aveia, permite um corpo macio e sedoso, conferindo a sua cremosidade.

Velhaca Weizenbock

2.90
Complexo casamento frutas escuras, leve sabor a banana e baunilha e moderado sabor a trigo. Pode apresentar paladar levemente adocicado e suave carácter de chocolate.